Slider[Style1]

Style2

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style5[ImagesOnly]

Style6

14/04/2014










Dez meses depois das "Jornadas de Junho", que deixaram um rastro de destruição pelo País, a Folha de S. Paulo, de Otávio Frias Filho, lança uma ferramenta em seu site, o "protestômetro", que irá divulgar, diariamente, manifestações em diversos pontos do território nacional; oficialmente, o objetivo é levar informações ao público; mas será que não há também a intenção de estimular protestos?; segundo Mauro Paulino, diretor do Datafolha, o fator Copa, com possíveis manifestações, é o que torna imprevisível a eleição de 2014.

A exatos dois meses da Copa de 2014, a Folha de S. Paulo, jornal comandado por Otávio Frias Filho, lança uma ferramenta em seu site batizada de "protestômetro" (leia mais aqui). O objetivo declarado é levar aos leitores informações sobre manifestações em diversos pontos do País.

Neste fim de semana, em entrevista às páginas amarelas da revista Veja, o sociólogo Mauro Paulino afirmou que as eleições de 2014 serão imprevisíveis e destacou dois pontos relevantes: o fator Copa e a possibilidade de repetição de grandes protestos, como os ocorridos em junho do ano passado (leia maisaqui).

Com seu protestômetro, a Folha deixa uma dúvida no ar. Pretende noticiar as manifestações ou também estimulá-las? Abaixo, o texto do jornal que noticia a novidade:

Folha lança 'protestômetro' na internet

A Folha lança amanhã, em seu site, o "protestômetro" — ferramenta que vai permitir aos leitores acompanhar diariamente a quantidade e os detalhes de manifestações e greves em dez das principais cidades do país.

Serão acompanhadas as principais cidades das maiores regiões metropolitanas do país: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre, Brasília, Recife, Fortaleza, Salvador, Curitiba e Campinas (SP).

Espécie de termômetro antes da Copa, o site será alimentado pela Redação, a partir de informações de órgãos municipais, estaduais e federais, além de movimentos sociais, sindicatos e veículos de informação.

O levantamento de dados do "protestômetro" começou há duas semanas. Nesse intervalo, foram 66 protestos nessas dez cidades, além de 17 paralisações de diferentes categorias de trabalhadores.

São Paulo e Rio de Janeiro lideram o número de protestos no período, com ao menos 15 e 13 manifestações, respectivamente.

Neste mês, o evento de maior destaque foi o aniversário de 50 anos do golpe militar, que levou centenas de pessoas às ruas em todo o país.

Joãozinho Andrade com Informações do Brasil 247

Sobre João Andrade

João Eliezio Santos Andrade (João Andrade), Trindadense por natureza. Dono de um olhar altamente Futurista, nasceu na Cidade de Araripina - PE aos 11 de maio de 1995. João Andrade tem 11 irmãos todos Filhos de Maria Odetiza dos Santos Andrade e de Gerson Brando de Andrade. Desde criança sonhava em ser comunicador. Na escola era o líder dos protagonistas, hoje presidente da única Associação de Radiodifusão no município de Trindade, luta desde o ano de 2010 por uma Radio Comunitária para a população.
«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

O espaço para comentários permite que aqueles que acessam este blog possam exprimir a sua opinião em relação ao tema tratado livremente de forma que não contenha qualquer tipo de crime, viole as leis do Brasil, divulgue produtos ou serviços e spams.

As opiniões expressas nos comentários não significam a posição do Blog João Andrade.

Assine