Slider[Style1]

Style2

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style5[ImagesOnly]

Style6

20/04/2014



A paróquia da Sagrada Família de Trindade -PE realizou na noite de domingo (13/04) a tradicional Procissão de Ramos, que abriu as comemorações da Semana Santa da igreja Católica na diocese de Salgueiro.


Uma multidão de pessoas acompanhou o Padre Francisco Domingos Pedro, saindo da Vila São Sebastião até a Igreja Matriz. Durante o percurso todos cantavam os louvores da igreja e o padre traduzia a importância da data, como também, da mais importante semana para os cristãos.

















Durante a procissão os atores da Paixão de Cristo iam conduzindo a procissão pelas ruas ornamentadas, como de Costume o ator que encena o papel de Jesus com o jumentinho acompanhado da Atriz que encena o papel de Maria acenavam para os fieis, onde também os figurantes e demais faziam as filas laterais da procissão, deixando assim o centro da rua para os atores passar.



Saiba mais um pouco sobre o Domingo de Ramos:

Domingo de Ramos é uma festa móvel cristã celebrada no domingo antes da Páscoa. A festa comemora a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém, um evento da vida de Jesus mencionado nos quatro evangelhos canônicos (Marcos 11:1, Mateus 21:1-11, Lucas 19:28-44 e João 12:12-19).

Em muitas denominações cristãs, o Domingo de Ramos é conhecido pela distribuição de folhas de palmeiras para os fiéis reunidos na igreja. Em lugares onde é difícil consegui-las por causa do clima, ramos de diversas árvores são utilizados.

Nos relatos evangélicos, a entrada triunfal de Jesus ocorre por volta de uma semana antes de sua ressurreição.

De acordo com eles, Jesus chegou montado em um jumento em Jerusalém e o povo, festivo, lançou seus mantos à sua frente, assim como pequenos ramos de árvores. A multidão cantou parte de um salmo (Salmos 118:25-26) - “Salva-nos agora, te pedimos, ó Javé; Ó Javé, envia-nos agora a prosperidade. Bendito seja aquele que vem em nome de Javé, Da casa de Javé vos abençoamos”.

O simbolismo do jumento pode ser uma referência à tradição oriental de que este é um animal da paz, ao contrário do cavalo, que seria um animal de guerra. Segundo esta tradição, um rei chegava montado num cavalo quando queria a guerra e num jumento quando procurava a paz. Portanto, a entrada de Jesus em Jerusalém simbolizaria sua entrada como um “príncipe da paz” e não um rei guerreiro.

Em Lucas 19:41, conforme Jesus se aproxima de Jerusalém, ele olha para a cidade e chora por ela (no evento conhecido como em latim: Flevit super illam), já prevendo o sofrimento a que passará a cidade.

Em muitos lugares no Oriente Próximo antigo, era costumeiro cobrir de alguma forma o caminho à frente de alguém que merecesse grandes honras. A Bíblia hebraica (II Reis 9:13) relatam que Jeú, filho de Josafá, recebeu este tratamento. Tanto nos evangelhos sinóticos quanto o Evangelho de João reportam que a multidão conferiu a Jesus esta honraria. Porém, nos sinóticos, o povo aparece lançando suas vestes e juncos cortados na rua, enquanto que em João, mais especificamente, menciona ramos de palmeira. Estes era símbolos de triunfo e vitória na tradição judaica e aparecem em outros lugares da Bíblia (Levítico 23:40 e Apocalipse 7:9, por ex.). Por causa disto, a cena do povo recebendo Jesus com as palmas e cobrindo seu caminho com elas e com suas vestes se torna simbólica e importante.

                  



Caso queria baixar as fotos Segui o link do Facebook:



>>>> FOTOS NO FACEBOOK <<<<




Sobre João Andrade

João Eliezio Santos Andrade (João Andrade), Trindadense por natureza. Dono de um olhar altamente Futurista, nasceu na Cidade de Araripina - PE aos 11 de maio de 1995. João Andrade tem 11 irmãos todos Filhos de Maria Odetiza dos Santos Andrade e de Gerson Brando de Andrade. Desde criança sonhava em ser comunicador. Na escola era o líder dos protagonistas, hoje presidente da única Associação de Radiodifusão no município de Trindade, luta desde o ano de 2010 por uma Radio Comunitária para a população.
«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

2 comentários:

  1. Muito bonito a procissão! Muito louvável a atitude dos membros da Paixão de Cristo participar! Agora dizer que Jesus, estava no jumentinho, esse cara que é a falsidade em pessoa, apontado por muitos na cidade de ser pegador de viado, esse cara que é detestado por muita gente, por querer se meter onde não deve, isso é hipocrisia demais comparar um ser perfeito que veio a terra (Filho de Deus) a um cara como esse, é não ter conteúdo para publicar. Atenção dono do Blog, favor corrigir o texto, pois tudo leva a crer que esse sujeito era o proprio Jesus quem estava passando pelas ruas da cidade: O Ator que encena o papel de Jesus com o jumentinho acompanhado da Atriz que encena o papel de Maria acenavam (coloque M) para os fieis. Só uma correção!

    ResponderExcluir
  2. Como cristão que sou, garanto que errei, ninguém é digno de se comparar a Jesus. Quanto a isso o texto será corrigido.

    Agora quanto, as afirmações que você fez, isso é coisa pessoal "Sua, seu ponto de vista".

    Texto ao qual se submeteu a correção:

    Durante a procissão os atores da Paixão de Cristo iam conduzindo a procissão pelas ruas ornamentadas, como de Costume Jesus Cristo com seu jumentinho acompanhado de Maria acenava para os fieis, onde também figurantes e demais atores faziam as filas laterais da procissão, deixando assim o centro da Rua para Jesus passar.

    Texto Corrigido:

    Durante a procissão os atores da Paixão de Cristo iam conduzindo a procissão pelas ruas ornamentadas, como de Costume o ator que encena o papel de Jesus com o jumentinho acompanhado da Atriz que encena o papel de Maria acenavam para os fieis, onde também os figurantes e demais faziam as filas laterais da procissão, deixando assim o centro da rua para os atores passar.

    ResponderExcluir

O espaço para comentários permite que aqueles que acessam este blog possam exprimir a sua opinião em relação ao tema tratado livremente de forma que não contenha qualquer tipo de crime, viole as leis do Brasil, divulgue produtos ou serviços e spams.

As opiniões expressas nos comentários não significam a posição do Blog João Andrade.

Assine