Slider[Style1]

Style2

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style5[ImagesOnly]

Style6



Os projetos de Zoneamento das Áreas Vulneráveis à Desertificação e de Implantação de Módulos de Manejo Sustentável da Agrobiodiversidade, integrantes do Programa Caatinga Sustentável ganham reconhecimento internacional. Lançadas pelo Governo do Estado, através da Secretaria do Meio Ambiente e sustentabilidade (Semas), os projetos são resultados da preocupação do Governo com o meio ambiente e as ações têm como foco o controle da desertificação, uma vez que 90% do território pernambucano estão sujeitos ao processo de desertificação no Semiárido.

Para secretário estadual de Meio Ambiente, Carlos Cavalcanti, a premiação ratifica o trabalho que a Governo do Estado vem fazendo e funciona com um estímulo para expandi-lo a outras áreas., declarou o secretário estadual de Meio Ambiente, Carlos Cavalcanti. Além disso, segundo o secretário, os prêmios vão ajudar na captação de recursos para outros projetos.

O Programa Caatinga Sustentável prevê ações integradas de segurança hídrica, alimentar, energética, ambiental e de capacitação em três projetos distintos, sendo as mais importantes o Mapeamento das Áreas Vulneráveis ao Processo de Desertificação e Implantação de Módulos de Manejo Sustentável da Agrobiodiversidade. Segundo o secretário, foram analisadas imagens de satélite de alta resolução para identificar as regiões mais degradadas.

No que se refere à Implantação de Módulos de Manejo Sustentável da Agrobiodiversidade. Os trabalhos foram desenvolvidos no entorno das unidades de conservação e dos arranjos produtivos adequados a cada comunidade, a exemplo da produção de mel entre outras atividades sustentável.

O secretário lembra que, no mês de maio, um poço artesiano foi inaugurado em Carnaíba, no Sertão do Pajeú, beneficiando diretamente 30 famílias. Também foi lançado o primeiro Módulo de Manejo Sustentável da Agrobiodiversidade e promovida uma capacitação de 80 agricultores e professores do município para combate ao avanço do processo de desertificação. 

João Andrade com informações da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade

Sobre João Andrade

João Eliezio Santos Andrade (João Andrade), Trindadense por natureza. Dono de um olhar altamente Futurista, nasceu na Cidade de Araripina - PE aos 11 de maio de 1995. João Andrade tem 11 irmãos todos Filhos de Maria Odetiza dos Santos Andrade e de Gerson Brando de Andrade. Desde criança sonhava em ser comunicador. Na escola era o líder dos protagonistas, hoje presidente da única Associação de Radiodifusão no município de Trindade, luta desde o ano de 2010 por uma Radio Comunitária para a população.
«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

O espaço para comentários permite que aqueles que acessam este blog possam exprimir a sua opinião em relação ao tema tratado livremente de forma que não contenha qualquer tipo de crime, viole as leis do Brasil, divulgue produtos ou serviços e spams.

As opiniões expressas nos comentários não significam a posição do Blog João Andrade.

Assine