Slider[Style1]

Style2

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style5[ImagesOnly]

Style6


O embate eleitoral entre os candidatos ao governo do Estado, senador Armando Monteiro (PTB) e Paulo Câmara (PSB), será cheio de provocações, a julgar pelo primeiro dia oficial de campanha. A assessoria do petebista afirmou que ele não pôde usar os dois clubes reservados para evento no Morro da Conceição, Zona Norte do Recife, porque houve pressão do PSB sobre os presidentes dessas associações, inclusive, com ameaças de cortes de verbas. Paulo disse desconhecer qualquer intervenção. “Não vou entrar nesse tipo de provocação. Se ele (Armando) não conseguiu alugar local A, B ou C, isso não me interessa”, retrucou. 

Sem ter acesso aos clubes, Armando discursou em frente à praça principal do Morro da Conceição. “Me informaram que tivemos duas reservas canceladas de última hora. No final foi até melhor porque viemos para a rua e quero agradecer a eles (Frente Popular)”, ironizou.

Coube ao deputado federal e candidato a vice Paulo Rubem (PDT) a crítica mais pesada à Frente Popular. “Não temos medo de cara feia, de ameaça ou de pressão. Imagina chegar aqui e dizer que não pode abrir o clube e fazer campanha no espaço que o povo quer”, alfinetou.

Ex-integrante da diretoria da Escola de Samba Galeria do Ritmo, José Pedro da Silva disse que um dirigente do local afirmou que “pegaria mal” recepcionar o evento da chapa de Armando por ter um cargo na Fundarpe. Depois, no entanto, declarou que a associação não recebeu o petebista porque houve um desentendimento entre seus diretores, ligados ao PT.

A agenda de Armando começou às 7h com uma missa na Igreja do Morro da Conceição. Às 10h, ele foi para Brasília Teimosa, na Zona Sul do Recife. Junto aos candidatos majoritários e proporcionais, ele levou uma hora e 40 minutos para percorrer quatro ruas até chegar à orla para um minicomício. Líderes comunitários tinham a função de conduzir o petebista para apresentá-lo aos eleitores.

“Escolhemos Brasília Teimosa nesse primeiro dia de campanha como lembrança de uma parceria muito bem-sucedida entre João Paulo e o presidente Lula que resultou na intervenção urbana da comunidade”, destacou, resgatando a primeira ação realizada em 2013, entre governo federal e a Prefeitura do Recife, então administrada por João Paulo, candidato ao Senado na chapa do PTB. Armando ainda assistiu a um culto evangélico em Abreu e Lima, no Grande Recife.

João Andrade com informações do NE10

Sobre João Andrade

João Eliezio Santos Andrade (João Andrade), Trindadense por natureza. Dono de um olhar altamente Futurista, nasceu na Cidade de Araripina - PE aos 11 de maio de 1995. João Andrade tem 11 irmãos todos Filhos de Maria Odetiza dos Santos Andrade e de Gerson Brando de Andrade. Desde criança sonhava em ser comunicador. Na escola era o líder dos protagonistas, hoje presidente da única Associação de Radiodifusão no município de Trindade, luta desde o ano de 2010 por uma Radio Comunitária para a população.
«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

O espaço para comentários permite que aqueles que acessam este blog possam exprimir a sua opinião em relação ao tema tratado livremente de forma que não contenha qualquer tipo de crime, viole as leis do Brasil, divulgue produtos ou serviços e spams.

As opiniões expressas nos comentários não significam a posição do Blog João Andrade.

Assine