Slider[Style1]

Style2

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style5[ImagesOnly]

Style6


Essa foi à estratégia de última hora, usada na eleição para a Mesa Diretora da Câmara Municipal de Ipubi, para o biênio 2015/2016, que reelegeu o vereador Bertinho como Presidente, reconduzindo ao cargo, que derrotou o candidato do prefeito Afoncio Cavalcante.

A oposição contava apenas com quatro votos e provavelmente não elegeria o seu pretenso candidato – Damázio Pulquério, o líder da oposição. Na sessão que antecedeu o pleito, o presidente Bertinho não compareceu e a situação já dava como certa a vitória de Afoncio. Só que aí já rondava o espectro da provável trama e a cartada se deu no dia da eleição. Com a desistência de Pulquério, Bertinho entrou no páreo e somou os quatros votos oposicionistas, o seu e o de Venildo, o que resultou com a derrota do candidato da situação. 

Quatro não ganham de sete, mas seis ganham de cinco. 

Prevaleceu a estratégia da força numérica e do plano arquitetado com antecedência e meticulosidade. Ninguém esperava essa surpresa que acabou irritando o ex-prefeito – Chico Siqueira, que em discurso se mostrou indignado com a tramoia (bem sucedida), e pediu a expulsão de Bertinho (Presidente reeleito) e Venildo (1º secretário também reeleito). 

Agora é apostar em novos rumos que ditarão as regras da Câmara Municipal de Ipubi. Se o prefeito João Marcos Siqueira espernear e decidir-se por respaldar a ameaça do seu tio, o ex-prefeito Chico Siqueira, de expulsar os seus dois correligionários do partido, ele terá dificuldades até terminar o mandato com minoria na Câmara de Vereadores. Será sempre voto vencido. 

Cabe agora uma aproximação com o presidente reeleito, que também busca outras oportunidades para garantir a sua permanência na casa legislativa, inclusive com apoio da bancada oposicionista. 

Todo esse clima de momento que desencadeou em mudanças repentinas na Câmara Municipal de Ipubi, tem um olhar voltado para 2016. 


João Andrade com informações de Everaldo Paixão

Sobre João Andrade

João Eliezio Santos Andrade (João Andrade), Trindadense por natureza. Dono de um olhar altamente Futurista, nasceu na Cidade de Araripina - PE aos 11 de maio de 1995. João Andrade tem 11 irmãos todos Filhos de Maria Odetiza dos Santos Andrade e de Gerson Brando de Andrade. Desde criança sonhava em ser comunicador. Na escola era o líder dos protagonistas, hoje presidente da única Associação de Radiodifusão no município de Trindade, luta desde o ano de 2010 por uma Radio Comunitária para a população.
«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

O espaço para comentários permite que aqueles que acessam este blog possam exprimir a sua opinião em relação ao tema tratado livremente de forma que não contenha qualquer tipo de crime, viole as leis do Brasil, divulgue produtos ou serviços e spams.

As opiniões expressas nos comentários não significam a posição do Blog João Andrade.

Assine