Slider[Style1]

Style2

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style5[ImagesOnly]

Style6

Com a participação dos noiteiros, padrinhos, equipe litúrgica e de animação, a assembleia pode vivenciar um momento de alegria e reflexão sobre os verdadeiros valores da família.
Em sua homilia, o Pe. Eridian comentou a alegria que sente quando alguém o convida para visitar sua casa. Ele reconhece que o convite se dá por as pessoas confiar que ele por ser um sacerdote irá levar a benção de Deus as suas casas.
Explicou que o padre tem essa responsabilidade, como também de levar a palavra de Deus e de oferecer apoio e direção espiritual a todas as famílias, pois a dor de uma família é reflexo da direção que o mundo caminha.
As famílias não se encontram mais em casa, quando um chega o outro sai. Não se sentam à mesa nas refeições. Substituído tal momento pela televisão.
“O mundo vive um drama muito sério que passa pela família”
O padre explicou que não existe ninguém perfeito, mas sim pessoas que possuem momentos distintos: alegres; tristes; de provações; de fraquezas e de erros.
“A família é uma construção humana”
 Falando assim, lembrou que o Papa Francisco diz que diante desse cenário, deve haver sempre o perdão e a compreensão, pois as famílias não resistem sem esses elementos.
O Padre lembrou que todo cristão tem a obrigação de compreender os outros, não brigar, não pagar o mal com o mal. O contrário, se apresentar sempre com bondade e amor.
Referindo-se ao Evangelho do dia comentou que Herodes ao ouvir falar da fama de Jesus, ficou curioso, perguntou quem ele era e falou da vontade de encontrá-lo. Da mesma forma, temos que despertar também um interesse em conhecer Jesus e saber quem realmente ele é. Com uma diferença: Herodes queria encontrar Jesus para matá-lo, nós diferentemente, devemos encontrá-lo para adorar, entregando nossa vida a ele. Por isso temos que pedir, implorar se for preciso, de joelho no chão e coração em Deus. Disse isso e finalizou desejando que todas as famílias despertem o desejo de conhecer Jesus e os trazer para o convívio dentro de todas as casas. Assim como Maria e José o fizeram.
Fonte: PASCOM
Fotos: João Andrade



Click na foto para ir ao Álbum



Sobre João Andrade

João Eliezio Santos Andrade (João Andrade), Trindadense por natureza. Dono de um olhar altamente Futurista, nasceu na Cidade de Araripina - PE aos 11 de maio de 1995. João Andrade tem 11 irmãos todos Filhos de Maria Odetiza dos Santos Andrade e de Gerson Brando de Andrade. Desde criança sonhava em ser comunicador. Na escola era o líder dos protagonistas, hoje presidente da única Associação de Radiodifusão no município de Trindade, luta desde o ano de 2010 por uma Radio Comunitária para a população.
«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Assine