Slider[Style1]

Style2

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style5[ImagesOnly]

Style6



O nome dessa guerreira é Francisca Eronilda Oliveira de Medeiros, conhecida pelo pseudônimo "Bia Medeiros". 

Tive conhecimento de sua história através de um grupo no whatsapp. 

Daí então, tive interesse em ajuda-la usando este espaço da mídia para divulgar sua campanha tentando alcançar o máximo possível de pessoas que possam se sensibilizarem com essa história e ajudar a família. 

A história fala sobre o Francisco Valdo Medeiros Silva (Valdinho), sobrinho de "Bia". Um garoto especial, com nove anos de idade portador de uma paralisia cerebral. Pude constatar que o mesmo não se movimenta voluntariamente e nem consegue falar. Apresenta alguns defeitos físicos, como na coluna e nos membros. 

Ele não se alimenta normalmente, somente através de uma mamadeira. Mas segundo sua tia, ele come de tudo, só que triturado e através de sua mamadeira. 


O que mais me deixou emocionado e surpreso, foi a forma que Bia lida com a situação. Bem humorada, sempre sorrindo com simplicidade e dando muito carinho ao seu amado sobrinho, ou seja, amado filho. Pois ela me falou que está conseguindo a guarda do menino pra ela. Percebi a todo instante o imensurável amor daquela tia, ou seja, mãe pelo seu filho querido. Porque ela adotou aquele garoto? Pois bem, foi através de uma história muito triste que aconteceu com sua irmã Fátima Eronilda Oliveira de Medeiros, em 10 de Março de 2014. Ela faleceu repentinamente sentindo uma forte de dor de cabeça. Segundo relato de "Bia", sua irmã teria passado por momentos críticos de depressão. 

Não tendo com quem ficar o menino, a tia resolveu cuidar dele. 



Posso afirmar, que ainda não vi pessoalmente uma prova de amor maior que essa. Sou testemunha ocular de tudo isso que estou relatando. 
Como todos sabemos, a crise que vivemos na atualidade está acabando com nossas expectativas e nossos sonhos. Mas não é por isso que vamos parar de sonhar e de construir nossos objetivos. 


Na conversa com a "Bia", ela me contou sobre as necessidades e dificuldades que enfrenta com seu sobrinho. Perguntei se o menino já tinha feito acompanhamento médico especial e fisioterapia, mas segundo ela, nunca foi feito. E completei dizendo que já era pra esse garoto ter sido encaminhado à AACD, pra que ele recebesse toda assistência necessária.

Sobre benefício, o que ela falou é que ele recebe sim, mas que usa com tudo que ele precisa e que ainda trabalha fora para complementar com as despesas de casa. Na casa ainda tem mais uma irmã e uma criança. No caso, quando "Bia" sai para trabalhar, sua outra irmã fica por conta da casa e dos dois meninos, um que é filho dela e o Valdinho. Portanto, não é fácil pra ela segurar a barra sozinha, já que tem que ajudar a irmã que é a quem cuida de tudo na ausência dela. 



Valdinho passa todo tempo sentado no colo das tias, ou deitado em um berço. Bia diz que a maior vontade dela, é sair e levar seu filho/sobrinho para passear, pra não ficar só dentro de casa. Mas não tem como porque ele não tem cadeira. E pelo que eu vi, não é qualquer cadeira, tem que ser uma cadeira especial, que dê para atender a necessidade dele. Não sei bem ao certo o nome dessa cadeira, mas a outra tia dele, falou que é uma que segura a cabeça e os membros.
Quero deixar um apelo aqui aos leitores deste blog em especial desta matéria, que abra seu coração e sua carteira e entre em contato para ajudar essa família. Vamos levar essa campanha adiante, até a AACD, programas de tv e autoridades por todo país. Com certeza, algum ou vários iluminados irão fazer essa ação. 


Ele precisa de produtos de uso pessoal, alimentação, fraudas, dentre outras coisas. Mas o principal sonho, é a cadeira especial pra ele. 

Estarei disponibilizando uma conta para depósito, caso alguém queira fazer doações. Segue abaixo.



Agencia 2130
Operação- 013
Conta-Poupança- 0039455-0
Caixa Economica Federal
Francisca Eronilda Oliveira de Medeiros

Ou contate a mesma pelos numeros
(87) 9 9182-3226 o mesmo do whatsapp ou 
(87) 9 9963-1599. 
Qualquer coisa, podem entrar em contato comigo também pelo (87) 9 99531907 
(mesmo que whatsapp) ou pelo facebook na página do Blog Davi Diniz


Por Davi Diniz

Sobre João Andrade

João Eliezio Santos Andrade (João Andrade), Trindadense por natureza. Dono de um olhar altamente Futurista, nasceu na Cidade de Araripina - PE aos 11 de maio de 1995. João Andrade tem 11 irmãos todos Filhos de Maria Odetiza dos Santos Andrade e de Gerson Brando de Andrade. Desde criança sonhava em ser comunicador. Na escola era o líder dos protagonistas, hoje presidente da única Associação de Radiodifusão no município de Trindade, luta desde o ano de 2010 por uma Radio Comunitária para a população.
«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Assine