Slider[Style1]

Style2

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style5[ImagesOnly]

Style6

Festival acontece entre os dias 9 e 11 de outubro em Trindade, PE.
Programação acontece no Cine Teatro Laudemiro Delmondes, às 19h.


Espetáculo O Açougueiro (Foto: Lucas Emanuel Curinga)Espetáculo O Açougueiro
(Foto: Lucas Emanuel Curinga)
Durante os dias 9 e 11 de outubro diversas linguagens das artes cênicas serão representadas em Trindade, no Sertão pernambucano. A segunda edição do 'Festival de Teatro, Performances e Monólogos' deve reunir públicos variados espetáculos a preços populares, R$ 5. A programação acontece no Cine Teatro Laudemiro Lucindo Delmondes, sempre a partir das 19h.
O monólogo 'O Açougueiro' abre as apresentações do Festival. A peça conta a trajetória de Antônio, um homem de origem simples que sonha abrir um açougue. O personagem se apaixona pela prostituta Nicinha e casa com ela. Os problemas começam quando os outros moradores passam a tratar mal o casal. Em seguida será apresentado 'Mímicos - O Espetáculo', onde dez atores e bailarinos contam histórias com a linguagem do corporal durante a reprodução de músicas. Ainda no dia 9 será montado 'O Deus Que Devasta, Mas Também Cura', sobre o esquecimento dos poetas da cidade de Cabo de Santo Agostinho, PE.
A montagem 'Separación' abre a programação do dia 10. O espetáculo, de 60 minutos, retrata o cotidiano de casais que ao se apaixonar projetam todas as expectativas no outro, o considerando perfeito, mas que gradativamente vão percebendo os defeitos do companheiro, o que acaba por perder o encanto do início do relacionamento. Na sequência, a apresentação será do monólogo 'O Frei Molambo', uma comédia que aborda temas sociais, políticos e religiosos, fazendo uma reflexão sobre a hipocrisia.
No sábado (10), ainda está prevista a performance de dança, 'Diversimant', que mistura ritmos musicais variados. Também será montado o espetáculo 'Anarquia Mística', que propõe uma reflexão sobre o autoconhecimento e a “anarquia”, enquanto forma de lutar para que todos possam atuar na sociedade. Por fim, o espetáculo 'Drama de um Apaixonado' mostra a luta para vencer o vício das drogas.
O espetáculo 'Brincantes' é o primeiro a ser apresentado no último dia do Festival, o domingo (11). A montagem mostra figuras e tradições folclóricas do Nordeste, fazendo de forma extrovertida uma reflexão sobre a necessidade de manter essas tradições culturais. Em seguida, o monólogo 'Neurose - A Cidade e Seus Sentidos', que acompanha uma dona de casa que todos os dias vai se consultar com um médico, mas que acaba refletindo sobre os problemas modernos das grandes cidades.
A atriz Nayara Xavier interpreta Capitu em Olhos de Ressaca (Foto: Eliana Amorim/Cia de Dança e Teatro Traquejo)
A atriz Nayara Xavier interpreta Capitu
em Olhos de Ressaca (Foto: Eliana
Amorim/Cia de Dança e Teatro Traquejo)
Ainda no dia 11 será possível conferir a performance 'Mistura de Ritmos' que, em 12 minutos, mostra uma diversidade de movimentos que o corpo é capaz de exercer. Depois acontece a montagem que encerra a programação, 'Olhos de Ressaca'. O espetáculo de dança e teatro faz uma releitura do livro ‘Dom Casmurro’, de Machado de Assis, e coloca Capitu como uma mulher à frente da sua época, abordando ainda as reações que o olhar dela causava.
Paralelo ao Festival, acontecem apresentações culturais em Trindade. No dia 7 de outubro o cantor Rafael Nyedson fará um show na Praça da Igreja Matriz, às 19h. No dia 9 do mesmo mês acontece um recital de poesia e cordel com Geoclésio Silva no Cine Teatro Laudemiro Lucindo Delmondes, às 20h. Para o dia 10 está previsto um cortejo cultural pelas ruas da cidade. A programação detalhada do evento está disponível online.
Fonte: G1

Sobre João Andrade

João Eliezio Santos Andrade (João Andrade), Trindadense por natureza. Dono de um olhar altamente Futurista, nasceu na Cidade de Araripina - PE aos 11 de maio de 1995. João Andrade tem 11 irmãos todos Filhos de Maria Odetiza dos Santos Andrade e de Gerson Brando de Andrade. Desde criança sonhava em ser comunicador. Na escola era o líder dos protagonistas, hoje presidente da única Associação de Radiodifusão no município de Trindade, luta desde o ano de 2010 por uma Radio Comunitária para a população.
«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Assine