Slider[Style1]

Style2

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style5[ImagesOnly]

Style6


“Diocese de Salgueiro: Cinco anos de criação, uma bênção para o sertão!”

Há pouco mais de cinco anos, numa manhã de domingo, em 16 de junho de 2010, a cidade de Salgueiro recebeu do então bispo de Petrolina, Dom Paulo Cardoso, a feliz notícia da aprovação pelo Vaticano da criação de uma nova diocese no sertão central de Pernambuco. Eram seis horas da manhã, boa parte do clero da Diocese de Petrolina e bispos de dioceses vizinhas participaram da Celebração Eucarística, a convite de Dom Paulo, que antecedeu o anúncio que mudaria para sempre a história desta porção do povo de Deus. Em clima de louvor e muita expectativa, Dom Paulo Cardoso anunciou que Dom Magnus Henrique Lopes, sacerdote da Ordem dos Frades Menores Capuchinhos, OFMcap, havia sido escolhido pelo Papa Bento XVI para ser o primeiro bispo da nova diocese. Em 12 de outubro daquele mesmo ano o então Núncio Apostólico do Brasil, Dom Lorenzo Baldisseri, promoveu a instalação da sede da nova diocese em Salgueiro e definiu como Igreja Mãe a Catedral de Santo Antônio, tornando o referido santo padroeiro de toda diocese.

Muitas conquistas foram almejadas desde então: paróquias foram erigidas, vocações foram despertadas, sacerdotes foram ordenados e enviados ao serviço e inúmeras obras de evangelização tem auxiliado os fiéis na edificação de sua vida espiritual e material. Na última segunda-feira, 12 de outubro de 2015, solenidade de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil, na praça do Colégio Carlos Pena Filho em cujas dependências encontra-se uma capela oferecida a proteção da Mãe Negra do Brasil, Dom Magnus Henrique presidiu a Santa Missa em comemoração aos cinco anos de instalação da diocese, ao lado de Padre José Lourival Taveira, administrador paroquial da Paróquia N. Sra do Perpétuo Socorro, Padre Romilson Ferreira Lima, vigário paroquial da Paróquia Santo Antônio e do Diácono Fábio Junior da Silva. Em entrevista ao repórter Thiago Lima da Rádio Católica Asa Branca AM, o primeiro bispo agradeceu todas as bênçãos de Deus derramadas sobre esta diocese desde sua criação, bem assim a colaboração de todos os padres, em especial ao Chanceler da Cúria, Padre José Nilton Matias, pelo seu trabalho a frente da administração da Catedral e da paróquia a qual ela pertence.

Texto: João Victor Rocha
Fotos: Pascom Salgueiro


Sobre João Andrade

João Eliezio Santos Andrade (João Andrade), Trindadense por natureza. Dono de um olhar altamente Futurista, nasceu na Cidade de Araripina - PE aos 11 de maio de 1995. João Andrade tem 11 irmãos todos Filhos de Maria Odetiza dos Santos Andrade e de Gerson Brando de Andrade. Desde criança sonhava em ser comunicador. Na escola era o líder dos protagonistas, hoje presidente da única Associação de Radiodifusão no município de Trindade, luta desde o ano de 2010 por uma Radio Comunitária para a população.
«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Assine