Slider[Style1]

Style2

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style5[ImagesOnly]

Style6

20/09/2016
A Autarquia Educacional do Araripe – AEDA promoveu na noite desta segunda-feira, 19, o I Sarau Cultural e Musical em frente ao Memorial Histórico de Araripina Ceci Alencar com a participação de artistas locais que abrilhantaram a noite e trouxeram alegria para todos que participaram.

Os universitários dos cursos da Faculdade de Formação de Professores de Araripina – FAFOPA, alunos da rede pública estadual de ensino e muitas pessoas que passavam pelo Memorial Histórico assistiram a apresentação do músico e poeta cordelista araripinense, Cacá Lopes – que há 14 anos não se apresentava na cidade. Cacá Lopes atualmente reside em São Paulo, onde desenvolve o projeto Música e Cordel nas Escolas pela Prefeitura de São Paulo.
Em versos de cordéis, música e muitas histórias, o araripinense contou os 30 anos de carreira desde quando iniciou em Araripina até as dificuldades iniciais na capital paulista. Com muita alegria e entusiasmo Cacá Lopes cantou cordéis que abordam o povo sertanejo, a matemática, o estrangeirismo e principalmente sua origem nordestina.

"Agradeço a oportunidade que a AEDA me concedeu de, após 14 anos, me apresentar em minha cidade natal. É uma alegria imensa cantar e tocar para meus conterrâneos, amigos de infância e pessoas que acompanharam o início da minha trajetória. Com muito orgulho levo o nome de Araripina em cada apresentação que faço ao longo destes 30 anos de carreira", agradeceu Cacá Lopes.

O Sarau Cultural e Musical também teve apresentações do saxofonista Hely Alencar, dos músicos Toninho de Olinda e Elvis, dos poetas Carlos Paixão e Tony Aldair.

A diretora presidente da AEDA, Maria Ramos Muniz, agradeceu ao público e aos artistas que deram um verdadeiro show de cultura e amor à Araripina. Ela destacou o papel do Memorial Histórico de Araripina que além de resgatar a história do município, fomenta a cultura e os valores artísticos da cidade. “Hoje tivemos a felicidade de ver artistas de Araripina se apresentando para os nossos alunos. Um grande público veio prestigiar os talentos musicais e artísticos que através de uma iniciativa simples como esta, valoriza os nomes que fazem parte da nossa história cultural. Esse é o papel do Memorial Histórico”, comemorou.

Sobre João Andrade

João Eliezio Santos Andrade (João Andrade), Trindadense por natureza. Dono de um olhar altamente Futurista, nasceu na Cidade de Araripina - PE aos 11 de maio de 1995. João Andrade tem 11 irmãos todos Filhos de Maria Odetiza dos Santos Andrade e de Gerson Brando de Andrade. Desde criança sonhava em ser comunicador. Na escola era o líder dos protagonistas, hoje presidente da única Associação de Radiodifusão no município de Trindade, luta desde o ano de 2010 por uma Radio Comunitária para a população.
«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

O espaço para comentários permite que aqueles que acessam este blog possam exprimir a sua opinião em relação ao tema tratado livremente de forma que não contenha qualquer tipo de crime, viole as leis do Brasil, divulgue produtos ou serviços e spams.

As opiniões expressas nos comentários não significam a posição do Blog João Andrade.

Assine