Slider[Style1]

Style2

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style5[ImagesOnly]

Style6

03/03/2017
A bancada de oposição da Assembleia Legislativa de Pernambuco acusa, por meio de nota à imprensa, o governo do estado de esconder os números da criminalidade durante o carnaval. Segundo levantamento feito pelos parlamentares, foram registrados 85 homicídios em todo o território pernambucano entre a sexta-feira de carnaval (24) e a quarta-feira de cinzas (1). O número, segundo a bancada, indica um crescimento de 35% em relação ao festejos de Momo do ano passado, fazendo com 2017 tenha registrado o carnaval mais violento desde 2010.

Os oposicionistas também alertam para o crescimento de crimes contra o patrimônio e dos assaltos a ônibus. Com base em dados do sindicato dos Rodoviários, a bancada diz que houve mais de 674 assaltos aos coletivos no período de janeiro até o dia 28 de fevereiro.

"Infelizmente, vivemos este ano o carnaval do medo, com crescimento no número de homicídios, de roubos, assaltos a ônibus. E, no lugar de tratar o tema com transparência, o Governo de Pernambuco escolhe esconder os números, numa postura diferente da adotada pelos governos do PSB desde 2007", disse o líder da oposição, Sílvio Costa Filho (PRB). 

Edilson Silva (Psol) disse que "a criminalidade transbordou para as beiradas do carnaval" e criticou a informação apresentada na tarde desta quinta-feira (2) pelo governo de que não houve homicídios nos focos de folia durante os festejos. Representante dos militares na Assembleia Legislativa, Joel da Harpa (PTN) voltou a reforçar a necessidade de reabertura do diálogo com a categoria. "Não há como combater a criminalidade com a polícia desaparelhada e sem ouvir os policiais. Afinal de contas, são eles que estão no front”

A democrata Priscila Krause lembrou da proposta de criação de um gabinete de crise para a segurança, apresentada por ela no início do mês passado. “É preciso que o Governo do Estado tome a iniciativa de adotar medidas emergenciais para enfrentar os números da violência, que temos assistido atônitos se avolumar”, defendeu.

Fonte: diariodepernambuco.com

Sobre João Andrade

João Eliezio Santos Andrade (João Andrade), Trindadense por natureza. Dono de um olhar altamente Futurista, nasceu na Cidade de Araripina - PE aos 11 de maio de 1995. João Andrade tem 11 irmãos todos Filhos de Maria Odetiza dos Santos Andrade e de Gerson Brando de Andrade. Desde criança sonhava em ser comunicador. Na escola era o líder dos protagonistas, hoje presidente da única Associação de Radiodifusão no município de Trindade, luta desde o ano de 2010 por uma Radio Comunitária para a população.
«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

O espaço para comentários permite que aqueles que acessam este blog possam exprimir a sua opinião em relação ao tema tratado livremente de forma que não contenha qualquer tipo de crime, viole as leis do Brasil, divulgue produtos ou serviços e spams.

As opiniões expressas nos comentários não significam a posição do Blog João Andrade.