Slider[Style1]

Style2

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style5[ImagesOnly]

Style6

15/01/2018


Apesar de estarem proibidos de receber contribuições de pessoas jurídicas para os seus gastos de campanha, os partidos políticos não têm do que se deixar em relação ao pleito deste ano.

Eles terão à sua disposição R$ 888 milhões do fundo partidário e R$ 1,7 bilhão do fundo eleitoral, donde se conclui que o financiamento público já existe no Brasil de fato e de direito.

Já há, inclusive, briga de foice no interior dos partidos pelo controle desses recursos, mas quem dará a última palavra é o Tribunal Superior Eleitoral.

É esta Corte que vai dizer quanto caberá a cada partido e quem vai administrar o dinheiro. Não foi por outro motivo, inclusive, que o deputado Daniel Coelho indicou para tesoureiro do PSDB de Pernambuco uma pessoa de sua confiança.

O presidente Bruno Araújo vetou o nome indicado pelo parlamentar, indicou o prefeito de Gravatá, Joaquim Neto e o racha se instalou dentro do partido, que deverá culminar com a saída de Daniel.

Segundo o presidente nacional do Solidariedade, deputado Paulo Pereira da Silva (SP), “alguns partidos se recusam a repassar dinheiro para os diretórios regionais. No meu caso, todo o dinheiro do fundo é usado para financiar os diretórios do partido espalhados pelo país”.

De acordo com levantamento feito pelo Banco Credit Suisse, PT, PSDB, PMDB, PP, PSB, PSD, PR, PRB, DEM e PTB vão receber este ano R$ 638 milhões dos R$ 888 milhões destinados ao fundo partidário.

Sobre João Andrade

João Eliezio Santos Andrade (João Andrade), Trindadense por natureza. Dono de um olhar altamente Futurista, nasceu na Cidade de Araripina - PE aos 11 de maio de 1995. João Andrade tem 11 irmãos todos Filhos de Maria Odetiza dos Santos Andrade e de Gerson Brando de Andrade. Desde criança sonhava em ser comunicador. Na escola era o líder dos protagonistas, hoje presidente da única Associação de Radiodifusão no município de Trindade, luta desde o ano de 2010 por uma Radio Comunitária para a população.
«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

O espaço para comentários permite que aqueles que acessam este blog possam exprimir a sua opinião em relação ao tema tratado livremente de forma que não contenha qualquer tipo de crime, viole as leis do Brasil, divulgue produtos ou serviços e spams.

As opiniões expressas nos comentários não significam a posição do Blog João Andrade.