Slider[Style1]

Style2

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style5[ImagesOnly]

Style6

27/03/2018


A série O mecanismo é alvo de protestos, elogios e memes nas redes sociais. Disponível desde a última sexta-feira na Netflix, a produção de José Padilha (Tropa de elite 1 e 2, Narcos) é inspirada na história da Operação Lava Jato a partir do livro de Vladimir Netto, o Lava Jato – O juiz Sergio Moro e os bastidores da operação que abalou o Brasil. Na produção de José Padilha, a série atribui uma fala do ex-senador Romero Jucá (PMDB) ao então ex-presidente João Higino, personagem associado ao petista Lula.
O crítico de cinema Pablo Villaça, o ator Zé de Abreu e a ex-presidente Dilma Rousseff acusaram a obra de manipulação e de produzir fake news. Os dois primeiros anunciaram o cancelamento da assinatura do serviço de streaming, o que gerou uma onda de boicote à produção.
Enquanto isso, o Fla-Flu toma conta da internet, com defensores e opositores ao seriado, o segundo ficcional brasileiro da plataforma digital. O jornalista norte-americano Gleen Greenwald, radicado no Rio de Janeiro, ironizou a mudança na narrativa. A jornalista e repórter do Saia Justa (GNT) Barbara Gancia também manifestou opiniões de repúdio à produção de oito episódios.
Com oito episódios, a primeira temporada da série vai até a prisão dos empreiteiros. A atração é estrelada por Selton Mello, Caroline Abras e Enrique Diaz, que vivem respectivamente o delegado aposentado Marco Ruffo, a policial Verena e o doleiro Roberto Ibrahim – o “Alberto Yousseff” da ficção, embora o ator negue qualquer associação. Ainda não há a confirmação da segunda temporada, mas tudo indica que isso ocorra.

Fonte: Alvinho Patriota

Sobre João Andrade

João Eliezio Santos Andrade (João Andrade), Trindadense por natureza. Dono de um olhar altamente Futurista, nasceu na Cidade de Araripina - PE aos 11 de maio de 1995. João Andrade tem 11 irmãos todos Filhos de Maria Odetiza dos Santos Andrade e de Gerson Brando de Andrade. Desde criança sonhava em ser comunicador. Na escola era o líder dos protagonistas, hoje presidente da única Associação de Radiodifusão no município de Trindade, luta desde o ano de 2010 por uma Radio Comunitária para a população.
«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

O espaço para comentários permite que aqueles que acessam este blog possam exprimir a sua opinião em relação ao tema tratado livremente de forma que não contenha qualquer tipo de crime, viole as leis do Brasil, divulgue produtos ou serviços e spams.

As opiniões expressas nos comentários não significam a posição do Blog João Andrade.

Assine