Slider[Style1]

Style2

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style5[ImagesOnly]

Style6

25/06/2018


Em visita a Patrulha Ambiental Itinerante, a Analista Ambiental do NEMA, responsável pela rede de sementes do PISF (Projeto de Integração do São Francisco) NEMA/UNIVASF, Edjane Silva Damasceno, se deslocou até a sede da ONG onde veio renovar a parceria, que já desenvolvíamos em gestões anteriores. 


A Patrulha Ambiental, ao receber as sementes, torna-se parceira da Rede e se compromete a doar parte da produção para as ações, quando solicitado. 


Nessa parceria, o produtor fica livre para decidir o destino do excedente das mudas produzidas, por exemplo, comercialização, plantio para adequação ambiental de propriedade rural, arborização, paisagismo, recuperação de áreas degradadas, doação, entre outros. 
A Rede de Sementes do Projeto de Integração do São Francisco é uma iniciativa promovida pelo Núcleo de Ecologia e Monitoramento Ambiental da Universidade Federal do Vale do São Francisco NEMA/UNIVASF, com sede em Petrolina (PE). 


Para evitar o oneroso investimento em infraestruturas de viveiros que atenderiam apenas a esta demanda e também no intuito de fomentar uma maior oferta de mudas nativas para diferentes interesses, hoje a Rede além de atuar no apoio aos esforços de compensação ambiental vinculados aos processos de licenciamento ambiental do PISF, também atua na doação de sementes para comunidades interessadas e no apoio técnico aos viveiristas.


Todas as sementes coletadas em campo são enviadas ao NEMA/UNIVASF para realização de beneficiamento, caracterização, armazenamento e destinação final dos lotes de sementes. Ao chegarem no NEMA/UNIVASF as sementes são triadas e limpas. Em seguida são levadas ao Laboratório de Ecologia, onde são realizadas análises para caracterização do lote, que envolve o teor de umidade, germinabilidade, tratamento pré-germinativo e peso de mil sementes. Após realizada a caracterização, os lotes de sementes são fechados e armazenados em câmara fria a temperatura média de 7°C até serem demandados para doação. 


A Rede conta com um sistema exclusivo de gerenciamento, a fim de acompanhar as solicitações de sementes e intermediar a capacitação dos viveiristas, quando necessário. 


Fotos: Patrulha ambiental
Imagens: Google

Sobre João Andrade

João Eliezio Santos Andrade (João Andrade), Trindadense por natureza. Dono de um olhar altamente Futurista, nasceu na Cidade de Araripina - PE aos 11 de maio de 1995. João Andrade tem 11 irmãos todos Filhos de Maria Odetiza dos Santos Andrade e de Gerson Brando de Andrade. Desde criança sonhava em ser comunicador. Na escola era o líder dos protagonistas, hoje presidente da única Associação de Radiodifusão no município de Trindade, luta desde o ano de 2010 por uma Radio Comunitária para a população.
«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

O espaço para comentários permite que aqueles que acessam este blog possam exprimir a sua opinião em relação ao tema tratado livremente de forma que não contenha qualquer tipo de crime, viole as leis do Brasil, divulgue produtos ou serviços e spams.

As opiniões expressas nos comentários não significam a posição do Blog João Andrade.

Assine