Slider[Style1]

Style2

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style5[ImagesOnly]

Style6

19/07/2018


Movimentos que defendem a renovação da política local e nacional e pretendem lançar candidatos ao Congresso Nacional na eleição de 2018 esteve na Rádio Grande Serra esclarecendo a população sobre o tema.

Atualmente, com a baixa credibilidade de partidos e políticos tradicionais o grupo enxerga nesse modelo a saída para o fortalecimento democrático. O fato de não estarem integrados a partidos e longe de ter acesso aos recursos e à estrutura das legendas, os movimentos buscam alternativas para execução das campanhas a candidatura coletiva onde um grupo de pessoas se reúne em torno de uma ideia social com um dos participantes com candidatura registrada na Justiça Eleitoral e pedem votos durante a campanha eleitoral para esse número. A questão é que não é ele, o que tem o registro na Justiça Eleitoral que irá exercer sozinho o mandato. É um grupo, com decisões tomadas coletivamente como acontece nas associações e sindicatos

Adalberto Alencar, na sua explanação chamou a atenção da sociedade no tocante a falta de representatividade na política atual, uma vez que alguns deputados federais permitem que muitos direitos conquistados sejam perdidos devido ao pensamento individualista desses que estão lá para defender o povo e acabam ficando ao lado do governo e não do povo.

O emancipalista e blogueiro Elismar Rodrigues, na sua conclusão, deixou uma reflexão para a população, segundo ele, um bom político, um bom representante do povo não tem necessariamente que ser empresário ou doutor. O povo deve apoiar aqueles que têm a preocupação de defender o social, que lutam pela melhoria da qualidade de vida do povo.

O Pedagogo e presidente do PSOL de Trindade, Genário, acredita que através do Mandato Coletivo todas as categorias serão melhor representadas e quem vai ganhar com a vitória do mandato coletivo é o povo.

Veja no vídeo mais um exemplo de mandato coletivo que deu certo:





Por Elismar Rodrigues

Sobre João Andrade

João Eliezio Santos Andrade (João Andrade), Trindadense por natureza. Dono de um olhar altamente Futurista, nasceu na Cidade de Araripina - PE aos 11 de maio de 1995. João Andrade tem 11 irmãos todos Filhos de Maria Odetiza dos Santos Andrade e de Gerson Brando de Andrade. Desde criança sonhava em ser comunicador. Na escola era o líder dos protagonistas, hoje presidente da única Associação de Radiodifusão no município de Trindade, luta desde o ano de 2010 por uma Radio Comunitária para a população.
«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

O espaço para comentários permite que aqueles que acessam este blog possam exprimir a sua opinião em relação ao tema tratado livremente de forma que não contenha qualquer tipo de crime, viole as leis do Brasil, divulgue produtos ou serviços e spams.

As opiniões expressas nos comentários não significam a posição do Blog João Andrade.

Assine