Slider[Style1]

Style2

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style5[ImagesOnly]

Style6

27/01/2020

Em 2019 Pernambuco arrecadou quase R$ 1,3 bilhão em Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA)

Em 2019 foram pagos quase R$ 1,3 bilhão em Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) somente em Pernambuco, onde há 3.122.029 veículos registrados junto ao Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PE). A maior parte dos proprietários de veículos acredita que essa verba é usada na manutenção da malha viária. Por isso, ao passar por uma via esburacada, muitos logo se perguntam: “para onde vai o IPVA que eu pago?”

Em primeiro lugar, para surpresa de alguns, não existe qualquer relação entre o IPVA e a manutenção das estradas ou sinalizações de trânsito. De acordo com o advogado tributarista Gustavo Fossati, professor da FGV Direito Rio, por se tratar de um imposto, por natureza, não existe vinculação específica da verba arrecadada. O dinheiro pode ser usado para pagar gastos públicos com educação, saúde, segurança, entre outros, como obras de infraestrutura.

Criado há 35 anos, o IPVA é um imposto estadual. Todas as unidades federativas cobram o mesmo tributo, mas a alíquota depende da legislação de cada Estado. “O valor cobrado é uma porcentagem sobre o valor do veículo de acordo com a tabela Fipe. Cada Estado cobra o valor previsto na sua lei, mas tem variado, para carros, uma média entre 2% e 4% no País”, explica Fossati.

Em Pernambuco o valor cobrado para automóveis é de 3% a 4%, a depender da potência do veículo. No caso das motos a alíquota varia de 1% a 3,5%, também variando de acordo com a cilindrada. Ônibus e caminhões pagam 1% e microônibus pagam 3%. É importante lembrar que esse valor pode ser alterado pelo Governo do Estado.
O IPVA SUCEDEU A ANTIGA TRU (TAXA RODOVIÁRIA ÚNICA), CUJOS RECURSOS IAM PARA O DEPARTAMENTO NACIONAL DE ESTRADAS DE RODAGEM E DESTINADOS À MANUTENÇÃO DE RODOVIAS

Apesar de ser um imposto estadual, os recursos do IPVA não ficam somente para os Estados. A distribuição do dinheiro arrecadado é feita da seguinte forma: 50% vão diretamente para os municípios onde os veículos são registrados. Em Pernambuco, as cidades com mais veículos cadastrados são Recife, Jaboatão dos Guararapes, Caruaru, Petrolina e Olinda.

Os outros 50% entram nos cofres do Estado, que precisa repassar 20% para o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). “Depois que esse dinheiro entra no caixa único, é difícil definir o caminho específico do IPVA”, ressalta Gustavo Fossati. De acordo com a Secretaria da Fazenda de Pernambuco, o valor recolhido via este imposto significa 6,5% da receita própria do Estado.

Ainda na opinião do tributarista Gustavo Fossati, o IPVA tem pequena influência nas contas públicas já que os principais impostos em arrecadação para municípios e Estados são ISS e ICMS, respectivamente. “O IPVA surge como mais um imposto patrimonial. A importância do significado é na contribuição para a chamada justiça fiscal. Ele cobra mais para os carros de maior valor”, diz. 

Por: JC/Foto: reprodução

Sobre Blog João Andrade

João Eliezio Santos Andrade (João Andrade), Trindadense por natureza. Dono de um olhar altamente Futurista, nasceu na Cidade de Araripina - PE aos 11 de maio de 1995. João Andrade tem 11 irmãos todos Filhos de Maria Odetiza dos Santos Andrade e de Gerson Brando de Andrade. Desde criança sonhava em ser comunicador. Na escola era o líder dos protagonistas, hoje presidente da única Associação de Radiodifusão no município de Trindade, luta desde o ano de 2010 por uma Radio Comunitária para a população.
«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

O espaço para comentários permite que aqueles que acessam este blog possam exprimir a sua opinião em relação ao tema tratado livremente de forma que não contenha qualquer tipo de crime, viole as leis do Brasil, divulgue produtos ou serviços e spams.

As opiniões expressas nos comentários não significam a posição do Blog João Andrade.

Assine