Slider[Style1]

Style2

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style5[ImagesOnly]

Style6

24/02/2020

Índices do governo Bolsonaro apresentaram melhora em pesquisa

A revista Veja, em parceria com FSB, divulgou pesquisa relativa ao governo Bolsonaro com melhora dos índices de avaliação. A percepção de que o governo trabalha para combater o desemprego teve forte subida, se consolidando na terceira posição entre as áreas mais bem avaliadas do governo. Entre dezembro e fevereiro, a visão favorável saltou de 14% para 24% (cada entrevistado podia escolher apenas duas áreas).

A ordem de citações foi a seguinte: combate à corrupção (37%), segurança (35%), nenhuma (25%), combate à inflação (24%), educação (22%), saúde pública (11%), combate à pobreza (7%), área da habitação (5%), todas (1%), ns/nr (4%).

Em outra parte da entrevista, quem acha o governo bom e ótimo subiu além da margem de erro, de 31% para 36%. Pela primeira vez, o bom e ótimo (36%) supera o ruim e péssimo (31%).

Também cresceu a parcela que vê o governo melhor do que esperava. Pela primeira vez, os positivamente surpresos com o governo (36%) empatam tecnicamente com quem está decepcionado (39%). A margem de erro de dois pontos percentuais.

A maioria dos entrevistados também passou a aprovar o governo em relação às pesquisas anteriores. Pela primeira vez, o índice de aprovação alcança 50%. O número partiu de 44% em agosto, caiu para 43% em outubro, foi a 44% novamente e agora está em 50%.

A alta também se reflete na expectativa otimista para o final do governo. São 48% os que acreditam que o governo terminará bom ou ótimo. A expectativa ruim e péssima soma apenas 26%.
Se a eleição fosse hoje

A Veja também averiguou a intenção de votos de Bolsonaro em um hipotético confronto. Em cenário sem Lula, Bolsonaro tem 37% das intenções de voto, contra 13% Fernando Haddad (PT), 12% de Luciano Huck (sem partido), 11% de Ciro Gomes (PTB), 4% de João Amoedo (Novo), 3% de João Doria (PSDB). o restante escolheu nenhum, não iria votar, branco, nulo ou não sabe/não respondeu.

Com Lula na disputa, os dois empatam tecnicamente. Bolsonaro teria 31% contra 28% de Lula. Seguem Luciano Huck (11%), Ciro Gomes (8%), e João Dória (4%). Nenhum, não iria votar, branco, nulo, não sabe/não respondeu somam 12%. Lula está inelegível e não pode ser candidato no momento.

Por Agência Brasil

Sobre Blog João Andrade

João Eliezio Santos Andrade (João Andrade), Trindadense por natureza. Dono de um olhar altamente Futurista, nasceu na Cidade de Araripina - PE aos 11 de maio de 1995. João Andrade tem 11 irmãos todos Filhos de Maria Odetiza dos Santos Andrade e de Gerson Brando de Andrade. Desde criança sonhava em ser comunicador. Na escola era o líder dos protagonistas, hoje presidente da única Associação de Radiodifusão no município de Trindade, luta desde o ano de 2010 por uma Radio Comunitária para a população.
«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

O espaço para comentários permite que aqueles que acessam este blog possam exprimir a sua opinião em relação ao tema tratado livremente de forma que não contenha qualquer tipo de crime, viole as leis do Brasil, divulgue produtos ou serviços e spams.

As opiniões expressas nos comentários não significam a posição do Blog João Andrade.

Assine