Slider[Style1]

Style2

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style5[ImagesOnly]

Style6

07/02/2020


Balanço mostra que mais da metade das vítimas fatais eram homens, em período diurno, trafegando em pista dupla. Números de acidentes, mortos e feridos aumentou.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou 308 mortos em acidentes nas estradas federais que cortam Pernambuco ao longo de 2019, um aumento de 4,76% nas vítimas fatais em comparação com 2018, quando foram 294 mortes. Os homens foram as principais vítimas fatais, sendo 82,1% do total.

O balanço foi divulgado nesta sexta-feira (7). No ano passado, foram registradas 2.851 pessoas feridas, superior às 2.736 do ano anterior.

O número total de acidentes computados pela PRF no estado também teve aumento: foram 2.737 ocorrências no ano passado e 2.699 em 2018. O levantamento mostrou que 67,4% dos acidentes ocorreu em trechos de reta, 56% no período diurno e 52% em pista dupla.

Entre as rodovias federais de Pernambuco que mais tiveram acidentes em 2019, estão a BR-101, com 1.022 registros, seguida pela BR-232, com 817 ocorrências e a BR-428, com 170 colisões.

Ainda de acordo com o balanço da PRF, entre os anos de 2018 e 2019, todas as causas de acidente tiveram aumento no número de ocorrências. O número de acidentes por mal súbito, por exemplo, aumentou 81%, de 16 para 29.

Acidentes por falta de atenção do pedestre aumentaram em 27%, passando de 115 para 146 ocorrências. A falta da direção defensiva aumentou em 12% o número de acidentes, que passou de 172 para 192 colisões.

Ocorrências por defeito mecânico em veículo cresceram em 9%, registrando um aumento de 127 para 139 acidentes. Acidentes causados por ingestão de álcool também registraram uma alta de 8%, passando de 230 para 249.


A maior causa de acidentes foi a falta de atenção do condutor, com 36,7% dos registros. Em seguida estão:

Desobediência às normas de trânsito - 11,4%
Ingestão de álcool pelo motorista - 9%
Falta de direção defensiva - 7%
Velocidade incompatível - 5,2%

O tipo de acidente que mais ocorreu no ano passado foi a colisão traseira, com 21,6% do total. Em seguida estão:

Colisões laterais - 14,3%
Colisões transversais - 13,2%
Saídas de pista - 10,9%
Atropelamentos de pedestre - 7,8%

Multas

Dos 131.511 autos de infração emitidos pela PRF em 2019, a maioria foi por ultrapassagens em local proibido, totalizando 6.798. Outros 5.990 foram pelo não uso do cinto de segurança, 2.261 pela falta do capacete e 869 pela ausência dos dispositivos de retenção para crianças (bebê-conforto, cadeirinha ou assento de elevação).

No combate à alcoolemia foram realizados 98.755 testes com o bafômetro, que resultaram em 2.196 motoristas autuados e 222 detidos pela mistura de álcool e direção.

A fiscalização resultou ainda no recolhimento de 11.502 veículos, 9.643 Certificados de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLVs) e 2.364 Carteiras Nacionais de Habilitação (CNHs).

Por G1 PE

Sobre Blog João Andrade

João Eliezio Santos Andrade (João Andrade), Trindadense por natureza. Dono de um olhar altamente Futurista, nasceu na Cidade de Araripina - PE aos 11 de maio de 1995. João Andrade tem 11 irmãos todos Filhos de Maria Odetiza dos Santos Andrade e de Gerson Brando de Andrade. Desde criança sonhava em ser comunicador. Na escola era o líder dos protagonistas, hoje presidente da única Associação de Radiodifusão no município de Trindade, luta desde o ano de 2010 por uma Radio Comunitária para a população.
«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

O espaço para comentários permite que aqueles que acessam este blog possam exprimir a sua opinião em relação ao tema tratado livremente de forma que não contenha qualquer tipo de crime, viole as leis do Brasil, divulgue produtos ou serviços e spams.

As opiniões expressas nos comentários não significam a posição do Blog João Andrade.

Assine