Slider[Style1]

Style2

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style5[ImagesOnly]

Style6

13/02/2020


Nesta quarta-feira (12), por volta das 18 horas, um sargento da Polícia Militar de Pernambuco (PMPE) foi alvejado por disparos de arma de fogo quando estava na porta da Cadeia Pública de Ouricuri-PE, no Sertão do Araripe.

Segundo as primeiras informações chegadas ao blog, o Sargento Geraldo havia ido a cadeia levar alimento para um cunhado que está encarcerado e no portão chegou uma mulher que havia levado uma sacola de umbu para um dos detentos, no mesmo instante, aproximou-se pelo lado direito da cadeia, sentido Parnamirim-PE, uma motocicleta com dois homens, sendo que, um sacou uma pistola e atirou várias vezes contra o policial, que foi alvejado na perna por um dos disparos.

Após o crime, o Militar foi socorrido ao Hospital Regional Fernando Bezerra em Ouricuri e passa bem.

A ROCAM perseguiu os elementos e após rápida troca de tiros, eles fugiram para a caatinga, próximo ao bairro São Braz, abandonando uma moto roubada que foi apreendia pela PM.

Por Cariri Filho

Sobre Blog João Andrade

João Eliezio Santos Andrade (João Andrade), Trindadense por natureza. Dono de um olhar altamente Futurista, nasceu na Cidade de Araripina - PE aos 11 de maio de 1995. João Andrade tem 11 irmãos todos Filhos de Maria Odetiza dos Santos Andrade e de Gerson Brando de Andrade. Desde criança sonhava em ser comunicador. Na escola era o líder dos protagonistas, hoje presidente da única Associação de Radiodifusão no município de Trindade, luta desde o ano de 2010 por uma Radio Comunitária para a população.
«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

O espaço para comentários permite que aqueles que acessam este blog possam exprimir a sua opinião em relação ao tema tratado livremente de forma que não contenha qualquer tipo de crime, viole as leis do Brasil, divulgue produtos ou serviços e spams.

As opiniões expressas nos comentários não significam a posição do Blog João Andrade.

Assine