Slider[Style1]

Style2

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style5[ImagesOnly]

Style6

17/12/2020
Publicado no Diário Oficial desta quinta-feira (17), decreto prevê áreas de preservação ao longo da bacia hidrográfica do Rio Capibaribe, em território que compreende seis municípios pernambucanos.

O governo de Pernambuco criou três novas Unidades de Conservação (UCs) na bacia do Rio Capibaribe. Publicado no Diário Oficial desta quinta-feira (17), o decreto prevê a preservação de 80 mil hectares em áreas que contemplam os municípios de Brejo da Madre de Deus, Belo Jardim, Vertentes, Taquaritinga do Norte, Jataúba e Poção.

As UCs foram divididas em duas categorias. O Refúgio de Vida Silvestre Mata do Bitury e de Vida Silvestre Cabeceiras do Rio Capibaribe são de proteção integral. A terceira, denominada de Área de Proteção Ambiental (APA) Serras e Brejos do Capibaribe é voltada para o uso sustentável do solo.

De acordo com a Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), o Refúgio Cabeceiras do Rio Capibaribe abriga 282 espécies florestais em 6,9 mil hectares entre os municípios de Jataúba e Poção.

Secretetário de Meio Ambiente e Sustentabilidade, José Bertotti, governador do estado, Paulo Câmara (PSB), em coletiva concedida na quarta-feira (16) — Foto: Douglas Fagner/SEI

Já o Refúgio de Vida Silvestre Mata do Bitury está inserido dentro do território que compreende a APA Serras e Brejos do Capibaribe, nos municípios de Brejo da Madre de Deus, Taquaritinga do Norte, Belo Jardim e Vertentes. A APA compreende 73,7 mil hectares, onde 888,25 hectares são de proteção integral dentro do Refúgio, com normas restritivas para uso indireto dos recursos naturais.

De acordo com a Semas, as novas reservas são compostas por brejos de altitude, matas secas, serras e planícies. Com o acréscimo das três unidades, o estado passou a contar com 89 UCs.

Segundo o secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade, José Bertotti, a criação das unidades visou proteger a produção de água no estado e garantir o desenvolvimento sustentável das áreas. A data também marcou os 44 anos da Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH) e o lançamento do projeto Restingas de Pernambuco.

Por G1 PE

Sobre Blog João Andrade

João Eliezio Santos Andrade (João Andrade), Trindadense por natureza. Dono de um olhar altamente Futurista, nasceu na Cidade de Araripina - PE aos 11 de maio de 1995. João Andrade tem 11 irmãos todos Filhos de Maria Odetiza dos Santos Andrade e de Gerson Brando de Andrade. Desde criança sonhava em ser comunicador. Na escola era o líder dos protagonistas, hoje presidente da única Associação de Radiodifusão no município de Trindade, luta desde o ano de 2010 por uma Radio Comunitária para a população.
«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

O espaço para comentários permite que aqueles que acessam este blog possam exprimir a sua opinião em relação ao tema tratado livremente de forma que não contenha qualquer tipo de crime, viole as leis do Brasil, divulgue produtos ou serviços e spams.

As opiniões expressas nos comentários não significam a posição do Blog João Andrade.

Assine